A intenção da agência é expor Estudo Ambiental de Área Sedimentar (EAAS) da bacia Sergipe-Alagoas/Jacuípe

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis tem realizado reuniões presenciais abertas ao público e não foi diferente no Estado de Sergipe. Na última sexta-feira, 06, a administração estadual, através da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec) participou da reunião relativa ao Estudo Ambiental de Área Sedimentar (EAAS) da bacia sedimentar marítima de Sergipe-Alagoas/Jacuípe. O evento aconteceu no Hotel Delmar, localizado na Coroa do Meio.

O EAAS da Bacia de Sergipe-Alagoas/Jacuípe tem como objetivo aprimorar o processo de definição de áreas de exploração e produção de petróleo e gás natural. O diagnóstico socioambiental resultante subsidiará o planejamento de políticas públicas de petróleo e gás natural, e incluirá recomendações para o licenciamento ambiental, aumentando ainda mais a transparência e a segurança jurídica do processo de disponibilização de áreas exploratórias, por meio de rodadas de licitações e na Oferta Permanente.

Além da agência reguladora, que contratou o estudo, integram o comitê técnico de acompanhamento o Ibama, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), o Ministério do Meio Ambiente (MMA), a Empresa de Pesquisa Energética (EPE) e o Ministério de Minas e Energia (MME).

Segundo o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, da Ciência e Tecnologia, José Augusto Carvalho, este estudo é de grande valia para o estado. “A empresa trouxe seus estudos, apresentou uma longa contribuição e o estado recebe de bom grado tudo que venha a desenvolvê-lo”, afirmou.